terça-feira, 10 de Março de 2009

Poema "O mundo dos Orixás"

O mundo dos Orixás


Cada dia novo que amanhece,
traz a luz de pai Oxalá,
que ilumina as terras do mundo inteiro,
e embeleza o mar de mãe Iemanjá.
---
Sopram os ventos de mãe Iansã,
que abraçam Xangô em sua pedreira.
Correm os rios de mãe Oxum,
e as crianças brincam á sua maneira.
---
As matas de Oxossi ficam mais belas,
e novos caminhos Ogum nos oferece.
Na sua calunga Obaluaiê,
acolhe ou dá cura a quem merece.
---
Exu se ri na encruzilhada,
e firma seu ponto com seu punhal,
e o aroma das rosas de Pombagira,
ensina a diferença do bem e do mal.
---
Zambi segura o mundo nas mãos,
e fá-lo girar mais uma vez,
derramando nele seu amor divino,
e em toda a criação que um dia ele fez.
-------
Lisboa, 25 de Julho de 2008

Extrato da obra - Orixás em Poesia de Paulo Lourenço "Ramiro de Kali" Copyright © 2008

2 comentários:

Clarissa disse...

Poema maravilhoso! Muito lindo mesmo...
Que Deus abençoe sua criatividade e sensibilidade.
Obrigada por me proporcionar tamanha emoção!

Com carinho,
Clarissa Nóvoa de Mélo
clarissa.novoa@gmail.com

Paulo Lourenço "Ramiro de Kali" disse...

Fiquei agradecido com seu comentário.Obrigado!